Daumier – A LAVADEIRA

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de Lu Dias Carvalho

O pintor francês Honoré Daumier (1808-1879) entrou aos 14 anos de idade para o atelier de Alexandre Lenoir, um antigo aluno de Jacques-Louis David. Também estudou escultura antiga no Louvre e as obras de Ticiano e Rubens. A liberdade de expressão chegou à França após a Revolução de 1830, o que sinalizou para que a arte da caricatura política se tornasse livre e ganhasse grande importância. Como era um grande admirador da República, Daumier passou a trabalhar com esse tipo de caricatura, principalmente com as que satirizavam o rei Luís Felipe. Ficou seis meses na prisão por causa de uma delas. Iniciou a pintura de quadros aos 37 anos de idade, vindo a transformar-se no maior representante do Realismo Social na pintura. Sua capacidade de síntese era tamanha que nenhum outro pintor do século XIX conseguiu igualá-lo. Morreu na miséria e quase cego numa casa que lhe foi dada. Apesar de ser visto como um exímio gravurista, foi também um dos mais importantes pintores do século XIX.

A composição intitulada A Lavadeira é uma obra desse artista francês e também a mais famosa de um conjunto de sete quadros com o mesmo tema. Sua composição apresenta duas robustas silhuetas escuras – a lavadeira e seu filho – subindo escadas nas margens do Rio Sena. O local em Paris, onde o artista viveu, permitia-lhe acompanhar o trabalho das lavadeiras no Rio Sena. A composição caracteriza-se pelas cores ocre e terra. As suas obras expressam a desgraça social e crianças na miséria, algo que o mobilizava e do qual foi vítima.

Um esboçado pano de fundo, composto por uma fila de casas, encontra-se banhado pela luz do crepúsculo que realça a silhueta das duas figuras humanas. A lavadeira galga os degraus de pedra após um dia extenuante de trabalho. Ela está voltando para casa. Debaixo do braço esquerdo carrega uma trouxa de roupas lavadas, enquanto traz o filho seguro pela mão direita. Tem o corpo curvado e os olhos voltados para a sua criança que traz uma pasta na mão, provavelmente está chegando da escola.

Ficha técnica
Ano: c. 1860
Técnica: óleo sobre painel
Dimensões: 49 cm x 34 cm
Localização: Museu do Louvre, Paris, França

Fonte de pesquisa
Obras-primas da pintura ocidental/ Taschen

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.