Mit. – LILITH, A PRIMEIRA MULHER DA TERRA

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Recontado por LuDiasBH

milho123456

A mulher é vista como a fonte da discórdia nos mitos da criação. Um deles conta a história de Lilith, a primeira mulher criada por Deus. Segundo o mito, o homem e a mulher foram criados igualmente, frutos do mesmo barro, de modo que nenhum era superior ao outro. E foi por isso que Adão amargou os mais terríveis dissabores, pois Lilith queria ficar por cima de seu companheiro durante o coito, infringindo a lei do “papai-mamãe”. Mas Adão negou-se a ficar em posição tão subalterna, uma vez que não queria se passar por cavalo, e sim por cavaleiro. Eis o diálogo que aconteceu entre os dois:

– Por que devo me deitar embaixo de ti e me abrir sob teu corpo? Por que ser dominada por ti? Eu também fui feita de pó e por isso sou tua igual. – disse Lilith.

– Eu não vou me deitar abaixo de ti, mas por cima. Pois tu estás apta, apenas, para ficar numa posição inferior, enquanto eu sou um ser superior. – retrucou Adão.

– Nós somos iguais um ao outro, considerando que ambos fomos criados a partir da terra. – rebateu Lilith

Não tendo o casal chegado a um consenso, Adão acabou se separando da “voluntariosa” mulher. Como na vida tudo tem seus pontos e contrapontos, dizem outras versões que foi a bela quem abandonou o radical varão. Mas não pense o meu querido leitor que a história acaba por aqui para a independente Lilith. Conta ainda o mito que Adão, insatisfeito com o comportamento intempestivo de sua mulher, foi reclamar com o Criador, que ela fugira. Deus, então, mandou que uma legião de anjos trouxesse de volta a insubordinada que bateu o pé, recusando-se a voltar para os braços do companheiro.

Como castigo, centenas dos filhos de Lilith passaram a ser mortos todos os dias. Mas ela deu o troco, vingando-se de sua rival Eva, esganando bebês e sorvendo o esperma dos homens que dormem sozinhos durante a noite. Uau!

Nota: imagem copiada de winchesterhome.wordpress.com

4 comentários em “Mit. – LILITH, A PRIMEIRA MULHER DA TERRA

  1. Carlos Argentoni

    Independente de qualquer coisa, as pessoas no século 21 se fazem respeitar ou não pelas suas atitudes, machismo e feminismo é uma escolha.
    Respeito não deve ser exigido ou imposto. O que vale é atitude é o caráter! Exigir respeito por condição ou escolha sexual é um desrespeito.

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Carlos

      É um prazer receber a sua visita e comentário. Volte mais vezes!

      Amiguinho, o ideal é que não se precisasse exigir respeito de ninguém, contudo, sabemos que nem todas as pessoas possuem um caráter ilibado. É por isso que existem as leis. Elas funcionam como limites para os abusados. Bom seria se apenas o caráter fosse a lei, mas sabemos que não é assim. Os truculentos, os desrespeitosos, os “sabem com que quem estão falando?” são superiores em número a pessoas como você. Ainda que as leis existam, veja quantos gays e travestis morrem diariamente no Brasil… Ocupamos uma posição elevada nesse ranking. Como vê, o caráter de uns poucos não cobre o mau-caratismo de muitos. Exigir respeito é um direito de todo cidadão que paga impostos e cumpre as leis. Se hoje pisam nas flores de seu jardim, amanhã poderão arrebentar a porta de sua casa, casa não haja limites, caso não haja leis.

      Um grande abraço,

      Lu

      Responder
  2. Pedro Rui

    Lu, eu não conhecia esta história, mas há algo que até hoje eu não entendo: por que a mulher tem de ser rebaixada, muito maltratada? Porque a mulher não pode ser ela ter e iniciativas,por que o machismo? É com as mulheres que eu gosto de falar, pois são melhores ouvintes, não sei se é por terem um sexto sentido.
    Gostei da história, Lu.

    Aquele abraço

    Rui Pedro

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Rui

      Esta história é muito engraçada. Trata-se de um mito. Ainda hoje o machismo continua, tendo a mulher que brigar para ser respeitada. Elas são mesmo melhores ouvintes, pois possuem mais paciência.

      Abraços,

      Lu

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *