Picasso – CIÊNCIA E CARIDADE

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH

picasso123

A composição Ciência e Caridade é uma prova do talento precoce do pintor espanhol Pablo Picasso. Foi pintada quando ele tinha somente 16 anos de idade, seguindo orientação de seu pai José Ruiz, tomando como inspiração o avanço da ciência. Induz que, unidas, Ciência e Caridade fazem um bom par.

A Ciência e a Caridade apresentam-se à cabeceira de uma mulher moribunda, tentando ajudá-la em seu sofrimento. A Ciência é representada pela figura do médico, tendo o pai do artista pousado como modelo; a Caridade é representada pela freira, sendo que a modelo veste um hábito das religiosas da Ordem de São Vicente de Paula. A doente tem como modelo uma mendiga, encontrada pelo pintor, o menino é o filhinho dela.

O médico olha para o relógio, enquanto segura o pulso da enferma, medindo a sua pulsação. Por sua vez, a freira oferece-lhe algo num copo, enquanto segura a criança que fita a mãe doente. Enquanto o rosto do médico demonstra tensão, o da doente expressa dor e medo. O da freira, por sua vez, mostra bondade.

O quarto humilde contém apenas uma cama, um oratório acima dela e uma cadeira, onde está assentado o médico. A janela de madeira está fechada e são vistas marcas de chuva que dela escorreram, atingindo a parede. Uma porta, às costas do profissional, conduz a outro ambiente.

A composição Ciência e Caridade, pintada em grandes dimensões, tendo como inspiração o realismo social, deixa boquiaberto o observador, ao levar em conta a idade do artista, já capaz de captar tamanha sensibilidade. Esta obra, ao ser exposta em Madri, ganhou menção especial e, na exposição em Málaga, foi agraciada com a medalha de ouro.

Ficha técnica
Ano: 1987
Técnica: óleo sobre tela
Dimensões: 197 x 249,4 cm
Localização: Museu Picasso, Barcelona, Espanha

Fontes de pesquisa
Picasso/ Abril Coleções
Picasso/ Coleção Folha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *