TESTE – HISTÓRIA DA ARTE (MÓDULO IV)

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH

  1. (Aula 31) Está provado que a cultura clássica (greco-romana) jamais desapareceu totalmente da Europa durante a Idade Média, tendo havido diversas tentativas com o objetivo de revivê-la nos séculos que antecederam o estilo……………..

    1. Bizantino
    2. Românico
    3. Gótico
    4. Renascimento

  2. (Aula 31) A primeira tentativa de reviver a cultura clássica (greco-romana) aconteceu no tempo do Imperador…………………., no final do século VIII e início do século IX.

    1. Rômulo Augusto
    2. Carlos Magno
    3. Constantino
    4. Napoleão Bonaparte

  3. (Aula 32) O período conhecido como “Renascimento” (ou Renascença), palavra que significa “nascer de novo” ou “ressurgir”, aconteceu na:

    1. Idade Antiga
    2. Idade Média
    3. Idade Moderna
    4. Idade Contemporânea

  4. (Aula 32) A fase que corresponde ao Renascimento foi marcada por muitos acontecimentos e transformações políticas, econômicas, religiosas, sociais e culturais. Essa época é responsável pelo:

    1. Fim do feudalismo e início do capitalismo.
    2. Desejo de revisitar o ideal artístico bizantino.
    3. Apreço pela arte antiga dos egípcios.
    4. Retorno aos estilos românico e gótico.

  5. (Aula 33) Do século XIII em diante as cidades do norte da Itália encontravam-se constantemente envolvidas em conflitos entre si. O que acontecia no resto da Europa não era diferente, a exemplo da Guerra dos Cem anos entre Inglaterra e França. Apesar de tanta turbulência, a Itália do Norte diferia-se do restante da Europa em três pontos importantes.

    Marque a alternativa incorreta:

    1. As ruínas romanas durante os séculos XIV e XV foram responsáveis pelo estudo da Antiguidade pelos seus artistas.
    2. Era uma das regiões mais ricas da Itália, onde se situavam as cidades de Gênova, Veneza e Milão.
    3. Essa parte da Itália estava dividida em cidade-estados — diferindo do restante da Europa.
    4. Seus habitantes comungavam o orgulho cívico e de identidade — características insignificantes para o surgimento do Renascimento.

  6. (Aula 33) A máxima de………………. de que “quem não é um cidadão não é um homem, uma vez que o homem é por natureza um ser cívico” propagou com força entre as cidades italianas.

    1. Platão
    2. Aristóteles
    3. Sócrates
    4. Pitágoras

  7. (Aula 34) Importantes famílias partilhavam o domínio das terras italianas, uma vez que a Itália do Renascimento era composta por um grupo de cidades-estados independentes e belicosos entre si.

    Marque a alternativa em que a cidade não corresponde ao domínio da família:

    1. Sforza – Milão
    2. Gonzaga – Mântua
    3. Medici – Roma
    4. Montefeltro – Urbino

  8. (Aula 35) O poeta italiano Dante Alighieri (1265-1321), na segunda metade do século XIV, condenou todos os escritores clássicos a padecer no Inferno em sua famosa obra intitulada…………………….., simplesmente por não terem sido batizados no cristianismo, mesmo que esses tenham vivido antes do tempo da cristandade.

    1. Divina Comédia
    2. Os Lusíadas
    3. Odisseia
    4. Eneida

  9. (Aula 35) É na literatura “humanista” (palavra que apareceu pela primeira vez no século XVI) que a união entre as crenças do Renascimento e as cristãs tornam-se mais nítidas.

    Todas as alternativas referentes ao “humanismo” da época estão corretas, exceto:

    1. Dos estudos de quem fazia “humanidades” constavam: gramática e retórica, mas dentro dessa grade estavam inseridas: literatura, poesia, história e a habilidade de comunicar-se com a mais absoluta clareza e persuasão.
    2. Não havia um programa “humanista” propriamente dito, mas o estudo da grade citada teve importância ao romper com o currículo tradicional das universidades que se resumia ao estudo de lógica e de métodos repetitivos.
    3. Outro ponto importante do estudo das “humanidades” foi o de destacar mais os valores seculares do que os transcendentais, dando maior ênfase ao concreto do que ao abstrato.
    4. O humanista buscava compreender a si mesmo e a melhorar como indivíduo. A crença comum na Idade Média era a de que o homem encontrava-se totalmente sob a influência da graça de Deus – antropocentrismo.

  10. (Aula 36) Todos os povos — em quaisquer que sejam os tempos — possuem uma simbologia específica, própria de sua cultura. Em razão disso, só não podemos afirmar que:

    1. Os símbolos não possuem significados inerentes, ou seja, em si mesmos.
    2. Os símbolos precisam fazer parte da identidade social e cultural de um povo, num determinado tempo, pois seu significado jamais se modifica.
    3. O simbolismo teve uma função muito importante numa época em que a grande maioria da população era analfabeta.
    4. Tanto a Idade Média quanto o Renascimento contaram com um simbolismo bastante organizado e alguns de seus símbolos ainda fazem parte da cultura de nossos dias.

  11. (Aula 36) Na arte cristã existia uma variada simbologia correlacionada com o espiritual e o terreno. Os símbolos eram muitas vezes combinados de maneira a formar………………..

    1. um provérbio
    2. uma parábola
    3. uma alegoria
    4. um paradoxo

  12. (Aula 36 A) Os mestres florentinos ligados ao círculo de Brunelleschi representavam a natureza com exatidão científica. O corpo humano era criado de acordo com os conhecimentos de anatomia que detinham e das leis da perspectiva. O criador da obra “Os Esponsais dos Arnolfini” — uma das mais notáveis pinturas de todos os tempos — foi:

    1. Donatello
    2. Masaccio
    3. Gioto de Bondone
    4. Jan van Eyck

  13. (Aula 37) O livro dos cristãos — a Bíblia — foi em tempos idos acessível apenas aos cidadãos bem nascidos. Todas as afirmativas sobre esse livro estão corretas, exceto:

    1. As mulheres e as crianças, ainda que “bem nascidas” — mas vistas como inferiores aos homens — tinham pouco acesso às Escrituras Sagradas.
    2. Até mesmo no Renascimento tal livro era um bem extremamente precioso, cujo conteúdo — disponível apenas em latim — era acessível a pouquíssimas pessoas.
    3. No século XIII apareceram as primeiras traduções da Bíblia do latim para o vernáculo falado na Itália, traduções parciais, copiadas à mão e caríssimas.
    4. O latim, para o qual a Bíblia fora traduzida, era o meio principal de comunicação das cidades italianas pelo governo, pelos grandes negociantes e pela Igreja.

  14. (Aula 38) Durante os séculos XIV e XV os estudiosos italianos tiveram uma visão diferenciada e uma compreensão mais crítica acerca da história da Antiguidade (greco-romana), ao buscar encontrar a diferença entre seu tempo e o dos povos que viverem naquele passado distante.

    Todas as alternativas referentes ao passado clássico estão corretas, menos:

    1. Esse olhar mais analítico sobre a Idade Antiga exerceu uma grande influência na arte do Renascimento.
    2. O fato de olhar com pouca acuidade para o passado não significa que os artistas medievais se importassem com esse tempo.
    3. Foi somente no século XV que os artistas renascentistas conseguiram fazer uma investigação mais criteriosa das técnicas e dos temas da arte greco-romana.
    4. Os renascentistas buscaram tudo o que se referia à Antiguidade, restaurando textos clássicos, estudando monumentos antigos ou o que restara deles, etc.

  15. (Aula 39) A ideia de um “renascimento” estava ligada à concepção da Roma exuberante de outrora. Esse sentimento era ainda mais forte na cidade de………….., berço do poeta Dante Alighieri e do pintor Giotto di Bondone.

    1. Roma
    2. Veneza
    3. Milão
    4. Florença

  16. (Aula 39) Donatello e Brunelleschi fizeram um estudo sistemático daquilo que restara das obras greco-romanas com o objetivo de fazer renascer a arte. Isso não significa, porém, que somente o estudo das artes grega e romana seja o responsável pelo Renascimento (ou Renascença). O grande anseio desses artistas em renovar a arte levou-os a buscar contato com……………

    Marque a alternativa incorreta:

    1. a natureza
    2. a ciência
    3. a cultura clássica
    4. o cristianismo

  17. (Aula 39 A) Além de ter sido o pioneiro da arquitetura do Renascimento, o arquiteto florentino Filippo Brunelleschi foi responsável por uma descoberta da maior importância no campo das artes, conhecida como……….., ampliando ainda mais a ilusão de realidade.

    1. perspectiva
    2. bidimensionalidade
    3. escorço
    4. esboço

  18. (Aula 39 A) Todas as afirmativas abaixo dizem respeito a Brunelleschi, exceto:

    1. Era o líder de um grupo de artistas que assumiu a atitude de cortar os laços com as ideias do passado medieval.
    2. Era detentor de pouco domínio sobre as invenções técnicas do estilo Gótico, o que contribuiu para que ele inovasse na construção de abóbadas.
    3. Buscou, através das formas da arquitetura clássica, desenvolver novas maneiras de harmonia e beleza, sendo muito bem sucedido em seu intento.
    4. A história da arte sofreu grande mudança no século XV, ocasionada pelas descobertas e inovações da geração de Brunelleschi.

  19. (Aula 39 B) Trata-se de uma pintura — obra do genial Masaccio — uma das primeiras criadas de acordo com as regras matemáticas do Renascimento, sendo conhecida como:

    1. A Família Sagrada
    2. Os Dois Doadores
    3. A Santíssima Trindade
    4. São João e a Virgem

  20. (Aula 39 C) Donatello foi amigo e conterrâneo de Brunelleschi, com quem fez um profundo estudo do que restara da arte romana. Suas habilidades eram solicitadas em toda a Itália. São obras do escultor, menos:
    1. São Jorge
    2. Davi
    3. O Festim de Herodes
    4. Suzana e os Velhos

Gabarito

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *