OS PROVÉRBIOS E A BELEZA DA MULHER

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBHbatom

Segundo os provérbios, mesmo a arte do embelezamento, que custa à mulher uma boa parte de seu tempo e dinheiro, deve estar endereçada ao homem. É para ele que ela deve se enfeitar, e somente a ele deve agradar, pois “A beleza de uma mulher é a sua devoção ao marido.”.  Ela pode ser bela como uma rosa, mas nada disso tem valor, uma vez que “Servir o marido é o melhor adorno de uma mulher.”. Somente para agradá-lo ela deverá se enfeitar. Vixe Maria!

Alguns provérbios até aplaudem as damas que se enfeitam, reconhecendo que “Mulher que se enfeita afasta o marido de outras portas.”, ou seja, o dito não precisa ir atrás de outros rabos de saia mais adornados. Mas é preciso ter cuidado com o excesso já que “A mulher mais feia é a que mais se enfeita.”, pois “Pinta-se, empoa-se e nem assim olham para ela”. Por outro lado, “Quem não se enfeita por si se enjeita.”. A mulher fica numa situação difícil entre se embelezar ou não, pois se correr o bicho pega e se ficar o bicho come. O melhor é fazer o que lhe der na telha, mesmo sob a reprimenda do macho.

Cada povo cultiva um padrão específico de beleza, embora a globalização venha concorrendo para massificar até os gostos, uma vez que o planeta vem se transformando numa aldeia global. Pelos provérbios a seguir, colhidos em diferentes culturas, podemos notar como ainda são divergentes as opiniões sobre a beleza:

  • Uma jovem bonita é um queijo fresquinho. (Siberiano)
  • A beleza das montanhas está nas pedras, a da mulher está no cabelo. (Turco)
  • Testa ampla, mulher formosa. (Salvadorenho)
  • A beleza da mulher está na cintura fina. (Tâmil)
  • Três traços de uma mulher bonita: peito amplo, cintura fina e poucas costas. (Irlandês)
  • Gordura é formosura. (Chileno)
  • A beleza entra pela boca. (Colombiano)
  • Uma mulher gorda é uma manta quente no inverno. (Indiano)
  • A gordura se redime dos sete pecados. (Árabe)
  • Pão grande não acha freguês. (Brasileiro)
  • Uma tez branca oculta muitos defeitos. (Japonês)
  • Mulher que bem se arreia nunca é feia. (Brasileiro, Salvadorenho e Venezuelano)
  • O Kohl enfeita a mulher, o desfile enfeita a tribo, a sela enfeita o cavalo. (Árabe)
  • Cabelo encaracolado, espírito retorcido. (Holandês)
  • A falsidade costuma ocultar-se sob o cabelo loiro. (Dinamarquês)

E as mulheres que usam véus, o que dizem os provérbios sobre elas?

  • Embora cubra o rosto com véu, ela consegue sempre ser coquete. (Bengali)
  • Com véu toda mulher é bonita. (Azeri)
  • Uma mulher sem véu é como uma comida sem sal. (Pachto)
  • Uma mulher feia troca um cinto de seda por um véu de lã. (Russo)
  • Quanto mais espesso o véu, menos vale a pena tirá-lo. (Turco)

Mas não adianta a mulher emperiquitar-se toda, querendo ficar bonita, pois todos os seus esforços caem por terra, assim que o sol acaba de nascer, quando toda a verdade revela-se aos olhos de todos, assim dizem eles, pois, enquanto a sombra esconde os defeitos, a luz coloca-os à mostra:

  • No escuro todas as mulheres são luas (Árabe)
  • A feia deve apagar a luz para dizer que é bela. (Cubano)
  • De noite todos os gatos e as jovens são belos. (Húngaro)
  • De noite todos os gatos são pardos. (Brasileiro).
  • A verdadeira beleza não carece de enfeites. (Híndi)

Sobre a beleza ou feiura dos machos, os provérbios praticamente nada dizem. Esta é uma prova da submissão feminina ao longo dos tempos. Os ditos populares julgam os tais acima de qualquer suspeita. Ainda bem que os tempos hoje são outros!

Fontes de pesquisa:
Nunca se case com uma mulher de pés grandes/ Mineke Schipper
Livro dos provérbios, ditados, ditos populares e anexins/ Ciça Alves Pinto
Provérbios e ditos populares/ Pe. Paschoal Rangel

Nota: Imagem copiada de mulherdialetica.wordpress.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *