NOVO ESTILO – MODERNISMO INGLÊS (Aula nº 106)

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH

                                               (Clique na imagem para ampliá-la)

O início do Modernismo inglês aconteceu na virada do século XIX para o século XX, antes que a Primeira Guerra Mundial — iniciada em 1918 — pusesse fim a todo o otimismo de uma geração de pintores e escultores, cuja maioria era formada por alunos da Slade School of Fine Art, situada em Londres — a mais famosa escola de arte do país. Sendo ela uma instituição conservadora, dava muita importância ao desenho, principalmente àquele feito com modelos vivos. O Modernismo inglês subdivide-se em três vertentes:

Comden Town Group — o grupo formou-se em 1911, tendo como líder Walter Sickert. Surgiu como uma sociedade expositora do conservador New English Club. Seus principais membros foram: Harold Gilman, Spencer Gore, Charles Ginner e Lucien Pissarro (filho do impressionista francês Camile Pissarro). O grupo fez uma espécie de retorno ao Impressionismo francês, dando grande importância à qualidade da luz na cena, além disso, pintava usando toques de tinta. Seus temas prediletos eram direcionados às ruas e aos jardins londrinos, interiores domésticos pobres e mulheres na cama ou fazendo sua toalete. O grupo findou em 1914.

Bloomsbury Group — foi criado por um grupo de amigos, contando com a predominância de pintores e escritores. Dele faziam parte, a princípio, o economista John Maynard Keynes e a escritora Virgínia Wolf. A literatura e a filosofia predominaram no grupo no período anterior a 1910, passando a agregar depois a pintura. Roger Fry juntou-se ao grupo um tempo depois, assim como Vanessa Bell e Ducan Grant.

Vórtice — o grupo era composto por pintores e escritores londrinos, dentre eles o pintor Wyndham Lewis e o poeta americano Ezra Pound. O termo “vórtice”, criado por eles, fazia referência a um “turbilhão de energia com um centro estável”. Os vorticistas sofreram influência do Futurismo, mas seu estilo era menos figurativo. O movimento foi até 1915, quando os temas convencionais do Modernismo inglês passaram a ser superados pela abstração na pintura e na escultura.

Os Estados Unidos, por volta de 1900, iam se tornando cada mais urbanizados e a vida nas cidades ficava cada vez mais intensa, transformando-se no tema principal de um grupo de pintores realistas sob a liderança de Robert Henri. O grupo ficou conhecido como Ashcan School (Escola de Lata de Lixo), porque retratava o lado mais sombrio da vida das ruas. Ao fazer da cidade e de seus habitantes um novo tema para a arte, esses artistas tornaram-se os primeiros nomes do Modernismo americano, embora sob o ponto de vista europeu seu estilo fosse classificado como conservador. Dentre os artistas desse grupo podem ser citados: Robert Henri, John Sloan, George Wesley Bellows, Arthur Dove, Marsden Hartley, Max Weber e Charles Demuth.

Nota: a ilustração acima, intitulada Uma Bateria Bombardeada (1919) é uma obra do pintor inglês Wyndham Lewis.

Fontes de pesquisa
Tudo sobre arte/ Editora Sextante
Manual compacto de arte/ Editora Rideel
A história da arte/ E. H. Gombrich
História da arte/ Folio
Arte/ Publifolha

4 comentaram em “NOVO ESTILO – MODERNISMO INGLÊS (Aula nº 106)

  1. Adevaldo R. de Souza

    Lu

    O modernismo na Inglaterra revolucionou com suas formas não lineares tanto a literatura quanto a arte pictórica e a arquitetura. Na literatura rompeu com tradições rígidas e os padrões do romantismo europeu à época. Dessa forma os escritores poderiam alçar voos e ousar em busca de novos horizontes, onde surgiram grandes nomes como Evelyn Waugh, D.H. Lawrence e principalmente Virgínia Woolf. Parece que o estilo modernista europeu agradou a burguesia, pois esse novo modelo demonstrava padrões contrários aos convencionais.

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Adevaldo

      A Inglaterra foi um importante ponto do Modernismo. Ali, nos mais diferentes campos, surgiram grandes artistas que deram uma guinada bem diferente à arte, até então centrada mais na Itália e na França.

      Abraços,

      Lu

      Responder
  2. Hernando Martins

    Lu

    Por incrível que pareça, esse novo estilo, Modernismo inglês,surgido antes da Primeira Grande Guerra, não teve tanta repercussão, como outros movimentos surgidos nesse período da história da arte e suas influências na visão de mundo.
    A originalidade é um elemento indispensável para se destacar dos demais,além de imprimir um despertar na consciência do observador, proporcionando a reflexão.

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Hernando

      Os mais diferentes estilos têm surgido na Idade Contemporânea. São tantos os acontecimentos e as transformações sociais que esses não perduram por muito tempo. Agora, com a tecnologia a todo vapor, vemos surgir diferentes estilos ao mesmo tempo em países diferentes. Ainda que o mundo tenha se globalizado, as diferentes sociedades passam por problemas específicos o que enseja o surgimento de novos estilos.

      Abraços,

      Lu

      Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.