O HOMEM VITRUVIANO (Aula nº 57)
Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH

          

O pintor italiano Leonardo da Vinci é tido como uma das mais importantes figuras da arte ocidental. Embora tenha sido conhecido principalmente como pintor, era também cientista, matemático, engenheiro, inventor, anatomista, escultor, arquiteto, botânico, poeta e músico. Dentre os desenhos deixados por ele, o Homem Vitruviano (ou o Homem de Vitrúvio) tornou-se um ícone cultural. Sobre tal assunto ele afirmou: “Da mesma forma que o corpo humano oferece um círculo que o rodeia, também podemos encontrar um quadrado onde esteja encerrado o nosso corpo”. Primeiramente é necessário acessar o link Da Vinci – O HOMEM VITRUVIANO e ler o texto com muita atenção, sempre voltando a esse quando se fizer pertinente:

  1. O Homem Vitruviano descreve uma figura masculina desnuda, separada e simultaneamente em duas posições sobrepostas com os braços inscritos num:

    1. quadrado e num triângulo
    2. quadrado e num retângulo
    3. círculo e num quadrado
    4. círculo e num retângulo

  2. Trata-se de um desenho encontrado nos diários do artista, feito por volta de 1490, que mostra o traçado e ………………… entre as diversas partes do corpo humano.

    1. as medidas
    2. as proporções
    3. o distanciamento
    4. a dinâmica

  3. Durante o Renascimento muitos artistas, arquitetos e tratadistas puseram-se a interpretar os textos vitruvianos, para fazer novas representações gráficas, mas nenhum deles conseguiu combinar de forma harmoniosa e matemática aquilo que propunha:

    1. Leonardo da Vinci
    2. Fillipo Brunelleschi
    3. o escultor Donatello
    4. Marcus Vitruvius Pollio

  4.  Dentre os desenhos que foram feitos, a fim de alcançar tal objetivo, o de …………….. tornou-se o mais famoso e o mais difundido.

    1. Leonardo Da Vinci
    2. Giotto di Bondonne
    3. Fillipo Brunelleschi
    4. Paolo Ucello

  5. Ao examinar o desenho acima, o leitor notará que existem duas diferentes posturas, formadas pela combinação das posições:

    1. dos pés e das mãos
    2. da cabeça e do ombro
    3. dos braços e das pernas
    4. do tronco e da cabeça

  6. Todas as afirmativas acerca do desenho da figura humana estão corretas, exceto:

    1. A figura com braços e pernas em cruz está contida dentro do quadrado.
    2. A figura com braços e pernas abertos está contida dentro do círculo.
    3. A postura em cruz delimita os lados do quadrado, enquanto a postura com pernas e braços abertos delimita o círculo.
    4. O tronco da figura humana é o seu real centro de gravidade.

  7. Todas as afirmativas acerca do desenho estão corretas, menos:

    1. O umbigo da figura humana continua imóvel, embora pareça se mover.
    2. A área das duas figuras geométricas não é igual.
    3. A combinação das posições dos braços e pernas forma quatro posturas diferentes.
    4. As posturas são: braços e pernas em cruz, braços e pernas abertos, braços em cruz e pernas abertas, braços abertos (para o alto) e pernas unidas.

  8. O arquiteto romano que viveu em 1 a.C. apresenta no seu tratado sobre arquitetura uma descrição sobre as proporções do corpo humano, usando como unidade de medida:

    1.  o dedo, o palmo e o antebraço
    2. o palmo, o pé e o braço
    3. o dedo, o pé e o antebraço
    4. o braço, o palmo e o dedo

  9. O arquiteto teórico Cesare Cesariano (Milão) entendeu a geometria descrita pelo antigo arquiteto romano, mas cometeu um erro ao relacionar as duas figuras, de modo que a figura humana ficasse inserida no centro das duas. Para que essa coubesse em sua construção, tendo como centro o umbigo, ele teve que esticar ………….., tirando, assim, a proporcionalidade descrita.

    1. pescoço e pés
    2. ombros e cabeça
    3. mãos e pés
    4. braços e pernas

  10. Todas as afirmativas sobre Leonardo da Vinci estão corretas, exceto:

    1. Não se prendeu à relação geométrica entre as duas figuras geométricas perfeitas.
    2. Usando os critérios de Donatello, corrigiu o que achava estar errado nas medidas.
    3. O centro do círculo à volta do “homo ad circulum” coincide com o umbigo.
    4. O centro do quadrado à volta do “homo ad quadratum” está à altura dos genitais.

  11. O desenho do Homem Vitruviano reafirma o grande interesse de Leonardo da Vinci pela:

    1. Ciência e Matemática
    2. Música e Ciência
    3. Arte e Astronomia
    4. Arte e Ciência

  12. O conceito da “Divina Proporção” (busca a definição das partes corporais do ser humano) foi muito procurado nas obras do:

    1. Renascimento
    2. Gótico
    3. Românico
    4. N.R. (n.d.r.)

  13. Sobre o Homem Vitruviano de Leonardo da Vinci não podemos dizer que:

    1. É usado como referência estética de simetria e proporção no mundo todo.
    2. Não pode ser qualquer homem, ele deverá ter proporções bem específicas.
    3. Seu Homem Vitruviano tornou-se um ícone cultural.
    4. O pé do desenho descrito por Leonardo deve ser igual a 1/8 da altura do corpo.

Gabarito
1.c / 2.b / 3.d / 4.a / 5.c / 6.d / 7.b / 8.a / 9.c / 10.b / 11.d / 12.a / 13.d

4 pensou em “O HOMEM VITRUVIANO (Aula nº 57)

  1. Antônio Costa

    Lu

    O fato da busca da simetria e proporcionalidade arquitetônica por Vitruvius no ano I a.C, alerta-nos para as inúmeras “janelas” abertas, bem antes que muitos avanços se sucederam em diferentes áreas. Fatores econômicos, religiosos e costumes certamente puxavam para trás inúmeras possibilidades, conduzindo a estagnação criativa, até que ondas vigorosas, como o Renascimento, impulsionassem o crescimento criativo e novas descobertas.

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Antônio

      O homem sempre primou pelas buscas. Em todos os períodos da História da Humanidade descobertas foram feitas. Marcus Vitruvius viveu na Roma antiga, na Antiguidade. Essa busca pela perfeição e beleza já era vista na arte greco-romana, mas somente no Renascimento teve o seu maior esplendor.

      Abraços,

      Lu

      Responder
  2. Adevaldo R. de Souza

    Lu
    Muito interessante a sua análise sobre o “O Homem Vitruviano” que representa a beleza, o equilíbrio, a harmonia das formas e a perfeição das proporções. Você acha que essa obra tem relação com o “Antropocentrismo”, que via os seres humanos como superiores e centrais, já que o desenho de Leonardo da Vinci retrata a perfeição geométrica do ser humano?

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Adevaldo

      Embora o desenho reportasse a um antigo arquiteto romano, Marcus Vitruvius Pollio, a retomada do assunto por Leonardo da Vinci estava correlacionada ao equilíbrio e à harmonia das formas tão buscadas durante o Renascimento. Não resta dúvida que o antropocentrismo, ao tirar o foco da religião e direcioná-lo para o homem, contribuiu muito para que trabalhos desse tipo fossem feitos.

      Abraços,

      Lu

      Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *