O JUÍZO FINAL (Aula nº 49 A)
Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH 

 

                                         (Clique nas gravuras para ampliá-las.)

Michelangelo Buonarroti — juntamente com Leonardo da Vinci e Rafael Sanzio — é um dos artistas mais brilhantes da arte florentina, destacando-se tanto na arte pictórica quanto na escultórica. Hoje vamos estudar uma de suas belíssimas obras pictóricas, sobre a qual assim falou o historiador Giorgio Vasari: Arte da pintura, diretamente inspirada por Deus… mostra-nos a miséria dos malditos e a alegria dos benditos… nele se podem ver maravilhosamente retratadas todas as emoções que a natureza humana pode experimentar… as figuras de Micelangelo revelam pensamentos e emoções que somente ele soube exprimir”. Primeiramente é necessário acessar o link Michelangelo – O JUÍZO FINAL e ler o texto com muita atenção, sempre voltando a esse quando se fizer necessário.

Obs.: Enriqueça a sua capacidade interpretativa das obras de arte acessando o link acima. Faz-se necessário ler o texto integralmente.

  1. O Juízo Final, afresco que ocupa a parede do altar da …………..,  é composto por cenas religiosas e mitológicas.

    1. Capela dos Medici
    2. Capela Sistina
    3. Capela Sasseti
    4. Capela de S. Maria do Povo

  2. Na pintura acima tudo gira em redor da figura de ………, como se essa estivesse se levantando, com o joelho direito ainda dobrado.

    1. Jesus Cristo
    2. São Lourenço
    3. São Pedro
    4. São Paulo

  3. Todas as alternativas sobre o gestual de Jesus Cristo estão corretas, exceto:

    1. A mão direita ergue-se num gesto de condenação dos pecadores.
    2. A mão esquerda chama os eleitos para o paraíso prometido.
    3. O braço esquerdo reforça a sensação de movimento giratório em toda a obra.
    4. Tendo a sua Mãe ao lado, Jesus se mostra numa atitude decisiva.

  4. Michelangelo, ao iniciar esta pintura, tinha quase 60 anos de idade  e ainda continuava preferindo a:

    1.  pintura à escultura
    2. arquitetura à pintura
    3. arquitetura à escultura
    4. escultura à pintura

  5. As quatro cenas estão dispostas em quatro trechos horizontais:

    1. Os dois trechos superiores pertencem à ordem celestial.
    2. Nos trechos superiores concentra-se um número menor de figuras;
    3. Os dois trechos inferiores pertencem ao mundo terreno e ao Inferno
    4. Os dois trecho inferiores foram inspirados em “A Divina Comédia” de Dante.

  6. Existem neste afresco de cerca de ……………… figuras, entre santos, patriarcas, apóstolos, mártires, virgens, anjos, homens, etc.

    1. quatrocentas
    2. duzentas
    3. setecentas
    4. trezentas

  7. No que diz respeito ao tamanho das figuras, apenas uma das alternativas está incorreta:

    1. As figuras são apresentadas em diferentes tamanhos.
    2. As figuras maiores representam a ordem celestial.
    3. O grupo central, onde está Cristo, tem uma escala menor.
    4. As figuras que representam o mundo terreno são menores.

  8. Quanto à disposição das figuras, marque a alternativa errada:

    1. Na parte superior da parede estão Cristo, a Virgem e dois grupos de santos e de mártires.
    2. Ao centro estão os anjos com trombetas e dois grupos simétricos de eleitos subindo ao céu, enquanto os condenados são lançados ao Inferno.
    3. Nas duas lunetas (no alto da composição) — os anjos trazem os símbolos da paixão.
    4. Na base, à esquerda, Coronte atravessa os condenados em sua barca em direção a Minos e outros demônios.

  9. Na parte superior, Jesus Cristo — figura central da composição — surgindo de um nimbo de luz dourada, está sentado, acompanhado pela Virgem e rodeado pelos doze apóstolos, ………., anjos, eleitos e santos.

    1. seu pai adotivo José
    2. João Batista
    3. sua avó Sant’Ana
    4. Deus Pai

  10. Todos os santos estão identificados por seus tributos, exceto:

    1. São Paulo pela grelha de seu martírio.
    2. São Pedro pelo feixe de chaves.
    3. São Sebastião pelas flechas.
    4. Santa Catarina pela roda de facas.

  11. Os atributos da Paixão de Cristo presentes na obra são:

    1. a coroa de espinhos
    2. a cruz e os cravos
    3. a coluna da flagelação
    4. Todas as respostas estão corretas.

  12. 12 A figura ………….  é o centro temático e simbólico da cena representada e também o centro compositivo da obra.

    1. da Virgem Maria
    2. de São Pedro
    3. de Jesus Cristo
    4. de Santa Catarina

  13. Todas as afirmativas sobre o modo como Cristo é retratado na composição estão corretas, exceto:

    1. Traz os cabelos curtos.
    2. Sua barba é ruiva.
    3. Seu corpo é atlético.
    4. Possui forte gestual.

  14. Ainda no que diz respeito a Cristo em relação à obra, só uma resposta está errada:

    1. Sua cabeça e mão direita, assim como o olhar, estão voltados para o grupo de pecadores que se encontra à sua esquerda.
    2. Nos pés e mãos ainda estão as marcas de sua flagelação e há também um pequeno corte logo abaixo de seu peito direito.
    3. A mão direita levantada acima da cabeça exprime autoridade e determinação, sinal de que chegou a hora de julgar os justos e os pecadores,
    4. Não se trata mais do Cristo misericordioso, mas de um juiz com toda a sua “terribilidade”.

  15. Logo abaixo do Cristo juiz encontram-se os sete anjos ……….., fazendo soar suas trombetas, anunciando a hora do Juízo Final para toda a humanidade. Um deles segura o Livro da Vida e o outro, o Livro da Morte.

    1. núncios da Boa Nova
    2. auxiliares de Cristo
    3. da Ressurreição
    4. do Apocalipse

  16. Todas as afirmativas sobre os anjos presentes no afresco estão corretas, exceto:

    1. À direita deles os bons vão deixando seus túmulos, puxados por outros anjos, para ascenderem aos céus.
    2. À esquerda deles se encontram os maus, empurrados por anjos e puxados pelos demônios para o inferno.
    3. Anjos com seus mantos cinzas carregam os atributos da Paixão de Cristo.
    4. O primeiro deles, com a mão no rosto em atitude de horror, é puxado por demônios até a barca que o levará para o inferno.

  17. Apenas uma das afirmativas sobre a Virgem Maria está incorreta:

    1. Implora ao Filho por clemência para com a humanidade.
    2. Tem suas súplicas atendidas por seu Filho.
    3. Observa entristecida o mundo terreno abaixo.
    4. Acompanha o Filho durante o julgamento.

  18. Coronte, figura mitológica, está presente na obra “A Divina Comédia” de Dante Alighieri. Ele é:

    1. o barqueiro dos mortos
    2. o assistente de Mino
    3. o capataz do Inferno
    4. o conselheiro dos condenados

  19. Sobre as cenas da ressurreição podemos afirmar que, exceto:

    1. Anjos com cornetas acordam os mortos que saem de seus túmulos, entorpecidos.
    2. Os esqueletos dos que já morreram estão sendo encobertos pela carne. 
    3. Os eleitos situam-se na parte inferior da composição, à direita.
    4. Figuras de corpos robustos movimentam-se, deixando um vazio no centro.

  20. O pintor, para se vingar de um de seus críticos, retratou-o com a aparência de:

    1. Um pecador sendo consumido pelo fogo do Inferno.
    2. Uma mulher sendo empurrada para dentro da boca do Inferno.
    3. Um homem preso pelos braços musculosos de um demônio nu.
    4. Minos com uma serpente enrodilhada no corpo, a morder seus genitais.

  21. Michelangelo se autorretrata nesta obra. É preciso muita acuidade para encontrá-lo, algo necessário a um estudante de arte. Cabe ao participante encontrá-lo e contabilizar um ponto na soma do gabarito. Se não conseguir, não conte o ponto (ver texto sobre a obra).

Gabarito
1.b / 2.a / 3.c / 4.d / 5.b / 6.a / 7.c / 8.d / 9.b / 10.a / 11.d / 12.c / 13.b / 14.a / 15.d / 16.c / 17.b / 18.a / 19.c / 20.d / 21….

Obs.: Conheça mais sobre a vida do artista acessando o link abaixo: 
Mestres da Pintura – MICHELANGELO BUONARROTI

 

2 pensou em “O JUÍZO FINAL (Aula nº 49 A)

  1. Marinalva Autor do post

    Lu

    O “Juízo Final”, pintado na Capela Sistina pelo pintor e escultor Michelangelo, representa a segunda vinda de Cristo, como é falado na narrativa bíblica. O artista dedicou sete anos de sua vida pintando do topo para baixo. Sua obra revela sua forte personalidade, muita criatividade e emoção na sua concepção. Michelangelo possuía a sabedoria, força e talento que só os grandes mestres carregam.

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Marinalva

      O que Michelangelo tinha de talento também possuía em personalidade. Esse seu trabalho é realmente magnífico. É como você diz:

      “Michelangelo possuía a sabedoria, a força e o talento que só os grandes mestres carregam.”

      Abraços,

      Lu

      Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *