BACO E ARIADNE (Aula nº 50 C)
Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH

                                                 (Clique na imagem para ampliá-la.)

Embora Florença tenha sido o berço do Renascimento na Itália, Veneza foi tida como o maior centro de arte e sensualidade durante grande parte do século XVI. A cidade era muito rica em mecenas. Seu governo era republicano e sua governança exercida pelas famílias mais importantes, pelas várias confraternidades (scuole) e por ordens religiosas. O mecenato rivalizava entre si para ver quem contratava os mais famosos artistas e encomendava as mais belas obras. O objetivo do estado republicano e da Igreja veneziana era transformar Veneza numa rival de Roma, de modo que sua arte deveria expor seu talento cultural. O pintor veneziano Ticiano Vecellio — tido como o maior mestre do Alto Renascimento em Veneza — foi um dos mais conhecidos. Ele foi muito influenciado pelos escritos clássicos e pela mitologia. Fez pinturas sensuais de Vênus, Danae e do amor sagrado e profano, representando mulheres reais, criando novas maneiras de representar o nu feminino. A aula de hoje traz uma obra brilhante do artista. Primeiramente é necessário acessar o link Ticiano – BACO E ARIADNE e ler o texto com muita atenção, sempre voltando a esse quando se fizer necessário.

Obs.: Os participantes devem ler integralmente o texto indicado pelo link, para aguçar a sua capacidade de interpretação de obras.

  1. A temática da obra em estudo é:

    1. religiosa
    2. histórica
    3. mitológica
    4. científica

  2. Ticiano pinta o exato momento em que Baco:

    1. Vê Ariadne correndo para o mar.
    2. Encontra Ariadne pela primeira vez.
    3. Ouve o grito amedrontado de Ariadne.
    4. Salva Ariadne das garras dos guepardos.

  3. As afirmações abaixo referem-se a ações retratadas na tela, exceto:

    1. Baco salta com seu manto flutuante.
    2. O céu azul está cheio de nuvens flutuantes.
    3. A embarcação do amante traidor navega ao longe.
    4. A comitiva de Teseu toca instrumentos e dança.

  4. Sobre a disposição dos personagens na tela não podemos dizer que:

    1. O artista não foi cuidadoso com sua distribuição.
    2. O artista se preocupou com a disposição dos mesmos.
    3. Os companheiros de Baco estão à direita da tela.
    4. Um jovenzinho sátiro está no centro da composição.

  5. Ao traçarmos duas diagonais na composição não poderemos afirmar que:

    1. A mão direita de Baco está praticamente no centro do quadro.
    2. Ariadne encontra-se sozinha no vértice do triângulo esquerdo.
    3. Baco e Ariadne estão inseridos no retângulo direito do quadro.
    4. Baco tem os pés perto dos amigos e o coração e a cabeça perto da amada.

  6. .O ponto focal da composição, atraindo para si o olhar imediato do observador, é:

    1. Ariadne
    2. Baco
    3. Leocoonte
    4. o cão

  7. A postura de Baco repassa a sensação de que ele se encontra:

    1. saltando
    2. voando
    3. correndo
    4. estático

  8. A torção do corpo e a mão erguida de Ariadne demonstram que ela:

    1. Pedia a Baco para parar a embarcação.
    2. Corria apressada para entrar no mar.
    3. Mostrava ao grupo o que fez Teseu.
    4. Virou a cabeça para olhar Baco.

  9. Na história original, no lugar dos guepardos existem dois:

    1. leões
    2. burros
    3. leopardos
    4. bois

  10. A única personagem que dirige o seu olhar para fora da tela é:

    1. Baco
    2. o jovem sátiro
    3. Laocoonte
    4. a bacante de branco

  11. A flor presente entre o pequeno sátiro e a cabeça de bezerro é uma alcaparra, tradicionalmente tida como o símbolo:

    1. do amor
    2. da traição
    3. da bondade
    4. da alegria

  12. No grupo de Baco encontram-se duas bacantes. A que se encontra mais próxima ao deus do vinho toca:

    1. harpa
    2. cítara
    3. saltério
    4. címbalo

  13. Um dos personagens presentes na composição encontra-se na mesma pose de Ariadne, sendo ele:

    1. Leocoonte
    2. a bacante de saia azul
    3. a bacante de branco
    4. a mulher tocando corneta

  14. O homem montado no burro é ………….., pai adotivo de Baco e também chefe dos sátiros.

    1. Príapo
    2. Sileno
    3. Silvano

  15. A coroa de Ariadne, lançada ao céu por Baco e transformada numa constelação, possui …………. estrelas.

    1. oito
    2. nove
    3. sete
    4. treze

  16. Bem à direita da composição um personagem leva nos ombros um barril de vinho, lembrando a postura do mitológico …………….. (titã condenado por Zeus a sustentar os céus para sempre).

    1. Tétis
    2. Ceos
    3. Cronos
    4. Atlas

  17. A pintura é magistralmente colorida, com predominância do azul ………….. presente no céu, nas montanhas, nas vestes de Ariadne e na de uma das bacantes.

    1. royal
    2. ultramar
    3. petróleo
    4. turquesa

Melhore sua percepção: encontre a assinatura do artista na pintura.

Gabarito
1.c / 2.b / 3.d / 4.a / 5.c / 6.b / 7.a / 8.d / 9.c / 10.b / 11.a / 12.d / 13.c / 14.b / 15.a / 16.d / 17.b

Nota: Conheça mais sobre a vida do artista, acessando o link:
Mestres da Pintura – TICIANO VECELLIO 

2 pensou em “BACO E ARIADNE (Aula nº 50 C)

  1. Marinalva Autor do post

    Lu
    Como existiram pintores fantásticos! Cada obra maravilhosa que estou conhecendo aqui no curso! Falando em pintor, Tiziano Vecellio foi um grande pintor. Na pintura mitológica chamada Baco e Ariadne, ele mostra uma habilidade incrível.Uma composição alegre e animada, cheia de harmonia e equilíbrio. Usa a luz e rico brilho, unificando a cena em sua rica cor quente. Uma pintura estupenda, em todos os seus detalhes.

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Marinalva

      O Renascimento foi um período riquíssimo em grandes mestres e Ticiano foi um deles, tendo nos legado obras-primas. Esta obra é como você disse: Uma pintura estupenda em todos os seus detalhes.

      Abraços,

      Lu

      Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *